Justiça determina que goleiro Jean deixe a prisão nos EUA


Atleta afirma que tudo teria sido um “mal-entendido”

[Justiça determina que goleiro Jean deixe a prisão nos EUA]Foto : Divulgação

Por Matheus Simoni

O goleiro Jean teve a soltura decretada pela Justiça dos Estados Unidos hoje (19), após audiência de custódia realizada em Orlando. Segundo familiares do atleta, ele não teve que pagar fiança. De acordo com a declaração de prisão feita pelo xerife do Condado de Orange, na Florida, Jean agrediu a esposa Milena Bemfica com oito socos e foi algemado pela polícia. O atleta afirma que tudo teria sido um “mal-entendido”.

À polícia, o jogador do São Paulo contou que a briga começou por ciúme e que ele foi agredido primeiro por Milena, que teria acertado o goleiro com um aparelho de chapinha do cabelo, além de morder o jogador do São Paulo numa das coxas. Questionado sobre como Milena teria conseguido mordê-lo naquele local, Jean não soube responder.

Após a soltura, Jean poderá retornar ao Brasil. Ele estava de férias com a esposa e as duas filhas nos EUA. Após a repercussão, o São Paulo emitiu uma nota repudiando o caso e disse que vai aguardar o retorno do período de férias para comunicar uma decisão.

Leia mais:

>>> São Paulo aguarda volta de Jean após agressão, mas diz não tolerar violência contra a mulher

>>> Boletim de Ocorrência relata oito socos de Jean na esposa